Projeto "Redação em foco"

Dicas de Redação

Olá, gente!

Bom... escrevi essas dicas para que vocês possam compreender melhor alguns aspectos do texto dissertativo-argumentativo.
1- Você já deve ter estudado a estrutura de um texto do tipo dissertativo-argumentativo, não é? Pois é... ao escrevem redações com esta tipologia lembrem-se sempre de MANTER O TEXTO DENTRO DAS MARGENS DA FOLHA, por que é necessário? Por que a margem diz respeito à Competência 01 (Norma Culta), portanto são descontados pontos ao haver má utilização da geografia da folha de Redação.

2- Lembrem-se também de que TODO TEXTO É ESCRITO PARA ALGUÉM... ou seja, analogias, neologismos e metáforas não são aconselháveis, justamente por não permitirem o entendimento da intencionalidade ali expressa.

3- Fiquem atentos à questão das estratégias argumentativas. Usá-las de maneira coerente, torna-as muito mais eficientes; a pluralidade de estratégias torna o texto muito mais interessante também.

4- Todas as vezes que vocês escreverem “pesquisas recentes apontam”, lembrem-se de que tais pesquisas são realizadas por órgãos competentes, portanto, tais órgão necessitam ser citados.

5- ACENTUEM AS PALAVRAS! Mas, meu amigo, para que você saiba acentuá-las adequadamente, além de saber as regrinhas necessárias, você precisa LER.

6- LEITURA É FUNDAMENTAL! Jamais esqueçam!

7- Procure atentar-se à temática. (Interpretação de texto)

8- Estrangeirismos e palavras que ainda não são prescritas pelo dicionário devem estar entre aspas dentro do texto.

9- NÃO FAÇA INTERLOCUÇÕES!
Dentro do texto dissertativo-argumentativo não pode haver diálogo de nenhuma espécie. (Ex: você, tu e etc).

10- Cuidado ao fazer translineações. Ao separar as palavras silabicamente procure atentar se esta não formará outro vocábulo e se, principalmente, não formará vocábulo ambíguo.

11- Ao pensar na PROPOSTA DE INTERVENÇÃO, atentem-se às quatro perguntas que a norteiam: 01) O quê? 02) Como? 03) Porquê? 04) Quem fará?

 

Espero que estas pequenas dicas possam ajudar no desenvolvimento do texto de vocês!
Abraços!
Sálua Fayal